domingo, 31 de março de 2013

Vídeoclipes de arrepiar



Queridos amigos, adoro heavy metal, rock e até punk. Mas também curto outras coisas também.





Meus instrumentos musicais preferidos são piano, guitarra e tenho grande consideração por violino. Acho um instrumento clássico, mas também bem moderno, se a pessoa souber usá-lo corretamente.

Vou postar aqui alguns clipes que eu adoro.

Espero que gostem!

Beijos nos pés!


O meu primeiro clipe é da banda The Verve. Ouvi essa música pela primeira vez quando assisti o filme Segundas Intenções. Quase comprei a trilha sonora. Adoro como eles usam o violino na canção.



Este está com cenas do filme Segundas Intenções. Atores e atrizes dão um show de interpretação. Está com tradução.



O clipe dessa banda eu assisti na MTV. Fiquei todo arrepiado. 



Esta versão foi tirada de um filme chamado À prova de fogo e vem com tradução. Vale a pena assistir de novo.


Esse outro clipe também me deixa todo arrepiado. É da banda R.E.M.


Esta versão traduzida foi tirada do filme Quando um homem ama uma mulher. Meg Ryan e Andy Garcia dão um show de interpretação. Andy interpreta um marido paciente que ama muito a sua esposa alcoólatra. Todo alcoólatra devia assistir esse filme para saber o quanto a sua família sofre.


Também gosto da música Losing My Religion.


Abaixo está a tradução da música.


Esse clipe eu achei fantástico. Foi gravado de uma só vez. É do Snow Patrol. Assisti numa manhã de domingo pela MTV.


Abaixo está a música traduzida. Não consegui o clipe oficial, mas vale a pena saber a tradução da música.


Adoro alguns clipes do Coldplay.
O primeiro é todo ao contrário. Deve ter dado muito trabalho para a edição final.


A tradução está com imagens do Smallville.


Esta outra tradução foi tirada do filme Paixão à flor da pele. O Josh Hartnett é demais!



Também adoro o clipe Yellow.


Também amo o clipe In My Place. Esse clipe traduzido contém cenas do seriado Arquivo Morto.


Este clipe é de uma banda chamada Enigma. Quando quero relaxar as ideias, ouço essa banda. Esse clipe é muito sensual. O projeto de padre se encanta com uma mulher bonita.


Adoro essa música.




Neste clipe tem cenas do filme Drácula.


Adoro esse clipe do Radiohead.


Também adoro esse em que ele passeia no carrinho de supermercado.


Esse outro deu muito trabalho para o Thom Yorke.


quinta-feira, 21 de março de 2013

Vídeo do meu pezinho


Graças a Deus chegou o outono. Essa semana esfriou e choveu muito. Adoro trabalhar no frio e com chuva.

Cheguei do trabalho e fui tomar banho. Então resolvi filmar o meu pezinho 40 e postar aqui. Meu notebook está com problemas e não sei se filmou direito. Se vocês gostarem eu filmo novamente.

Espero que gostem do meu pezinho magricelo. Passei um creme antes e ficou macio e cheiroso. Pena que não dá para vocês sentirem.

O fundo musical é uma música da banda Korn chamada "Earache My Eye".

Beijos nos pés!



video

quinta-feira, 7 de março de 2013

Chorão forever


Ainda não consigo acreditar na morte dele.

Na palestra que assisti na semana passada, o palestrante falou da importância da família unida que é a base de tudo na vida.


Chorão sofreu perdas irreparáveis com o divórcio dos pais. Seu divórcio após 15 anos mexeu novamente com ele. Sinto muito por não ter feito nada para ajudá-lo a sair dessa. A barra deve ter sido pesada. O que mais me angustia, é o fato dele ter se sentido tão sozinho nos últimos dias.

Gostaria de escolher um clipe, mas adoro todos os clipes dele. Ele era um gigante, mais tinha uma alma sensível para escrevar poemas em suas músicas.

Anos atrás fiquei meio deprimido e assisti um clipe do Charlie Brown Jr. que me fez levantar a moral. Lembro que cheguei a mandar um e-mail para eles agradecendo pelas músicas.

Das bandas nacionais, essa é uma das poucas que eu curto.

Adorava o Chorão, mesmo com aquele jeito meio revoltado de ser.

Tenho certeza que suas músicas já alegraram muita gente!

Difícil acreditar que aquele compositor que fez tantas músicas alegres, tenha morrido tão só e abandonado.

Espero que não tenha sofrido na hora de sua morte e que esteja em paz ao lado de Deus.

Lembro quando morei em Santos, das vezes que passei em frente de seu Skatepark.

Sempre achei o Chorão um gordinho sexy. Adoro os clipes em que ele aparece de bermuda. Pena que não consegui nenhuma foto dos seus pés. As mãos dele eram bem bonitas. Dedos perfeitos. Queria ter visto o pezão macio dele.

Dedico esse post ao Alexandre Magno Abrão, conhecido como “Chorão”.


Beijos nos pés!



Adoro esse clipe. Aparece as pernas dele. Pena que não aparece os pés.


segunda-feira, 4 de março de 2013

Dezesseis luas

Sempre inicio meu post falando sobre meu sábado, mas hoje contarei sobre sexta. Aconteceram grandes mudanças onde trabalho. Parte da diretoria se foi. Um foi para o andar de cima (céu) e outro foi transferido para outro lugar.

Entraram funcionários novos e outros mudaram de turno. Mudanças sempre são bem vindas principalmente quando dão resultado satisfatório. A paz e a harmonia reina sobre nossas cabeças. O ambiente de trabalho ficou iluminado. Espero que dure por um longo tempo!


Na sexta, tivemos um seminário que tratou sobre comunicação eficaz, linguagem corporal, gerenciamento de conflitos interpessoais, marketing pessoal, motivação profissional e outras cositas mais. 

O palestrante focou na importância de Deus, do amor, da família, e principalmente do papel dos pais para formar cidadãos do bem. Entre outras coisas, ele comentou que precisamos evoluir e aceitar as novas mudanças, e citou sobre a família formada por pais homossexuais.


Destacou a importância de sermos felizes, seja como heteros ou gays. No fim da palestra, comprei um livro dele no qual ele autografou. 


Na volta para casa, peguei carona até perto do bairro onde moro. Fiquei perto de um ponto de ônibus. Logo que cheguei, aproximou um carinha de óculos escuros e sentou no banco. Tirou do bolso um baseado bem pequeno e fino. Parecia um palito de dente. Fumou bem rápido e depois jogou a bituca no chão. Acho que não conseguiu aguentar chegar em casa. 


Quando o busão aproximou, eu disse que pelo menos a gente ia pegar lugar na frente que sempre está mais vazio, pois o ônibus sempre vem cheio de gente quando para no terminal.

Entrei e fui ao lado do motorista porque não tinha onde sentar, pois o busão estava lotado. Ainda bem que moro perto do trabalho e não preciso pegar busão lotado todo dia.

Tive um dia cansativo, mas valeu a pena. À noite não consegui assistir nada. Apenas CSI e logo em seguida fui dormir.


No sábado acordei cedo, mas demorei a sair de casa. Dei uma pesquisada nos filmes que estrearam e fiquei com vontade de assistir “Dezesseis luas”. Então me mandei para o Shopping Tatuapé. A viagem foi tranquila, apesar de eu ir em pé. 


Não reparei muito nas pernas alheias porque fui lendo o livro do Nicholas Sparks. Li as últimas páginas de “Noites de tormenta”. Meus olhos se encheram de lágrimas. Acho que foi o único autor que me fez chorar.

Quando estava quase chegando na Barra Funda, a gravidade forçou minhas lágrimas a escorrerem pela face. 

Ainda bem que estava de óculos escuros. Terminei de ler a última página dentro do metrô. Quando cheguei no shopping, fui direto para a livraria. Fui em busca de mais emoção. Tentei comprar outro livro do Nicholas, mas a fila estava grande demais. Então fui comprar coisas para comer e depois me mandei para o cinema. 


Tinha muitos filmes ganhadores do Oscar, mas preferi assistir “Dezesseis luas”. Apesar de ser classificado como romance, o filme tratava de bruxaria. Como adoro terror e suspense, não pensei duas vezes. O filme é no estilo de “Crepúsculo”. Só que em vez de vampiro, era um mortal que se apaixona por uma bruxa.

O filme foi delicioso de assistir. Assistam o filme legendado por causa da sonoplastia que sempre é bem melhor. O final é muito bom! Pesquisei imagens do mocinho do filme, mas não tinha nenhuma foto dos pés dele. Só encontrei foto dele com sapato. Seus olhos azuis enfeitiçaram até a bruxinha. Vi alguns trailers de ótimos filmes que virão por aí. Acho que esse ano a leva de filmes vai ser muito boa.

Depois de assistir ao filme, dei uma volta em busca de um ventilador, mas não encontrei a marca e modelo que eu queria. Então acabei indo embora. Quando fui tomar o metrô, estava um dilúvio do lado de fora. A tempestade de água fez muito estrago. Em compensação o tempo deu uma esfriada.

A viagem de trem foi tranquila e rápida. Deu até para eu ir sentado no chão. Aproveitei e comecei a ler o livro do palestrante que comprei na sexta. Li a metade do livro. A outra metade vou tentar ler durante a semana ou então no próximo sábado dentro do trem.


Quando cheguei em casa tomei banho e comi alguma coisa. Estava cansado e com muito sono. Liguei a TV e tinha acabado de começar o filme “Querido John” com o Channing Tatum. Liguei o computador para ver se passava o sono e fiquei com um olho na TV e outro no computador. Já tinha assistido pela internet, mas quis ver de novo. 

Sempre é bom assistir filme com esse carinha lindo, apesar de magricelo.Graças a Deus, ele está ficando mais velho e começando a ficar mais gordinho. Assim que eu gosto! Quando acabou o filme, fui dormir.

Dedico esse post ao Nicholas Sparks que me fez chorar dentro do trem e do metrô.

Beijos nos pés!