terça-feira, 15 de maio de 2012

Dia das mães

No sábado, depois que levantei e me arrumei, fui até a janela e avistei três carinhas. Estavam de bermuda e chinelo e subiam pela rua ao lado da minha. Tentei fotografar os caras, mas a visão não ficou boa, porque eu moro no 2º andar. Mas fiquei com um baita tesão. Deu até vontade de bater uma. Lembrei que fazia tempo que não batia uma. Deixei para o domingo.

Peguei o ônibus para o terminal. Estava lotado. Fiquei entre dois carinhas. Minha mão ficou imprensada entre os dois caras.

Às vezes eles roçavam nos meus dedos. Fiquei de pau duro só de sentir duas mãos encostando na minha. Estavam com as mãos bem macias. Preferia que tivesse sido uma esfregadas de pés. Os caras deviam ter pés bem macios!


Quando cheguei no terminal, o trem já estava saindo. Não deu para eu ir no primeiro vagão como sempre vou. Então entrei no mais próximo, porque as portas estavam fechando.

Fiquei escutando minhas músicas e, então, reparei num carinha que estava de bermuda. Tinha as pernas grossas e peludas. Não parecia ser muito alto. Era um morenaço lindo! Também tinha umas mãos bonitas.


O vagão estava vazio e deu para eu ir sentado. Queria ter estado no banco em frente ao dele para poder fotografar aquelas pernas. Às vezes ele cruzava e a visão era magnífica!

Chegamos em Francisco Morato. Então aproveitei enquanto esperávamos o trem para São Paulo para tirar uma foto do carinha de pernas peludas. O cara era baixinho, mas era um tesão de lindo. Cara de macho pegador. De quebra, saiu uma perna de um amigo dele.

Depois que fotografei o cara, me dirigi em direção ao vagão da frente, onde fica o maquinista. Consegui ir sentado, pois o trem estava vazio.


Depois de umas estações, entrou dois carinhas. Um era branquinho e o outro moreno. Os dois tinham pernas peludas. Foram a viagem toda com as pernas encostadas um no outro. Às vezes eles mexiam e dava para ver a roçada que davam entre si. Acho que não é só eu que gosto de uma roçada de pernas.

Vocês gostam de uma roçada de pernas peludas? Gostaria de saber o que vocês pensam sobre isso. Deixem uma mensagem. Vou adorar saber o que passa pela cabeça de vocês.

Foi um tesão ver aqueles dois carinhas roçando as pernas a viagem inteira. Queria me concentrar em outra coisa, mas aquelas pernas me deixaram zonzo.

A viagem foi tranquila até a Barra Funda. Decidi que iria dar um role pelo Centro. Desci na Sé e logo que sai da estação do metrô, fotografei um gordinho de pernas brancas, grossas e peludas. O cara usava piercing e alargador na orelha. Aparentava uns vinte e cinco anos. O cara era um tesão!


Andei pela 25 de março em busca do meu tênis preto. Achei o tênis, mas tinha detalhe colorido. Então não comprei. Deixei de fotografar muitas pernas, pois estava uma muvuca. Às vezes andava pelo meio da rua para poder circular melhor.

Fotografei um carinha com pernas bonitas. Não tinha muitos pelos mas tinha um pezão bonito. Na foto não saiu os pés direito, mas a sola era uma delícia!


Visitei uma loja com coisas de time de futebol. Queria um chaveiro do meu time, mas não tinha.

Depois de muito andar, resolvi ir na Galeria do Rock. Quase fotografei um carinha lindo, mas quando ele virou, avistei umas unhas bem grandes. Parecia o lobo mau. Então desisti de fotografar.


Tinha muitas pernas bonitas, mas estavam todos de tênis. Passei numa loja que tinha uma coletânea do System of a Down. Não comprei porque estavam fechando. Adoro as lojas de lá porque tem tudo relacionado ao Rock. Pena que os preços são bem salgados.

Depois passei na Galeria Olido e tinha uma banda de Rock fazendo uma performance da hora. Muitas músicas boas. Pena que tive que ir embora.


A volta foi tranquila. Fui em pé. Avistei um carinha gordinho cochilando que era muito lindinho. Estava todo de preto. O tênis dele era do jeito que eu queria. Não consegui ver a marca. Só sei que quando chegou em Francisco Morato, ele ficou do meu lado em pé, diante a porta. Aproveitei e medi os pés dele. Calçava 42. Era um pouco maior que os meus. Devia ser bem gordinho e macio. O cara tinha um pernão grosso. Devia ser bem peludo, pois seus antebraços tinham bastante pelos. A boca era carnuda e bem vermelhinha. Me deu até vontade de dar uma beijoca naquele bocão!


Desceu na minha cidade. Não sei que ônibus pegou!

Peguei o busão, mas dessa vez não teve nenhum carinha de bermuda ou chinelo. Estava frio e tarde. O pessoal estava bem agasalhado.

No domingo almocei com minha mãe e avô.

Assisti o filme Os Vingadores. Muito macho por metro quadrado. O Homem de Ferro fez um monte de piadas. O pessoal ria adoidado. Pensei que estivesse vendo uma comédia. De qualquer maneira o filme valeu a pena!

Beijos nos pés!