sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

La Boca

6 de Janeiro
Hoje tomei no desjejum iogurte com torrada integral. Nem sempre fazia um desjejum direito. Fui novamente na Lan House e novamente foi em vão.

Depois fui almoçar e me mandei para o La Boca.
Desci na estação Constitución. Desci a avenida Brasil. E cheguei ao Parque Lezama

Passei pela Casa Amarela, replica da casa do almirante William Brown. 

Passei também pela Torre Fantasma, antiga Ponte do Transbordador Nicolás Avellaneda, e pelo quartel de bombeiros.

Não consegui visitar nenhum museu. Era segunda e tinha muita coisa fechada. Passei pelo Centro de Exposições Caminito

Também passei por escolas, visitei praças e passei pelo Estádio Clube Boca Juniors. Passei por lojas que vendiam coisas do La Boca, mas acabei comprando depois em outro lugar.

Depois de muito andar em um sol de doer, finalmente voltei para casa. Fiquei muito frustrado porque não consegui ver muita coisa, mas depois acabei voltando e valeu muito a pena.

Chegando no Hostel, fui lavar roupas e comer minhas frutas. Depois fui ler o El Principito em voz alta, para treinar o espanhol. Depois chegou um senhor argentino que iria dividir o quarto comigo. Nos demos muito bem. Passei no churrasco para ver o pessoal que comia carne e fumava um baseado, quer dizer, cigarro. 

Depois voltei para o quarto e fui ler o livro para o argentino em voz alta. Li uma página e meia e o argentino foi corrigindo os meus erros. Depois ele me mostrou um livro em português que alguém tinha deixado e começou a ler. Aí foi a minha vez de corrigir os erros dele. 

Trocamos ideia até duas da manhã e depois fui dormir.
Amanhã conto minha visita emocionante ao Museu Evita.

Beijos nos pés!