quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Bebedeira

Certa vez meu amigo me levou a um bar depois de nossa sessão de cinema. Acho que queria me embebedar. Todo mundo que tentou transar comigo, já quis me embebedar. Tive uma colega de trabalho que fez de tudo para me embriagar para eu poder transar com ela.


Quando chegamos ao bar, meu colega pediu uma cerveja. Perguntou se queria outra coisa. Eu disse que não. Enquanto ele bebia, eu reparei num carinha que estava na mesa ao lado. Pena que estava acompanhado. Esse fazia o meu tipo. Era meio gordinho, peludo e com barba por fazer. Meu amigo percebeu que eu não ia beber e muito menos dar para ele, aí desistiu. Fomos embora e ele me deixou perto da parada de ônibus.

Outra vez que nos encontramos, ele me mostrou seu carro turbinado. Tinha colocado rodas tipo de carro de corrida. Disse que gastava seu dinheiro em turbinar sua caranga. Não sei se foi para me impressionar. De qualquer forma, eu não fiquei nada impressionado!



Quando estávamos saindo do shopping, ele perguntou que tipo de pessoa fazia o meu tipo. Aí, ele perguntou se ele não fazia o meu tipo. No mesmo momento, passou um carinha meio gordinho. Então aproveitei que o carinha era o meu tipo e apontei para ele. Depois desse dia, ele sempre dava desculpa para não nos encontrarmos. Então parei de ligar.

Depois de alguns meses, o encontrei novamente sem querer. Estava indo para aquela sessão de sempre, no mesmo dia e horário em que costumávamos nos encontrar. Disse que estava terminando o doutorado e perguntou se não queria ir ver um filme com ele. Eu estava com dor na cabeça e disse que ficaria para a próxima. Nunca mais o vi.

Ainda tenho o número do celular, mas nunca mais liguei pra ele. Acho que ele queria apenas me comer. Como não quis dar para ele, ele desistiu de mim. Fiquei muito sentido, porque foi um grande amigo que fiz nessa cidade em que moro. A impressão que tenho é que as pessoas se aproximam só para transar. Ou querem dar para mim ou me comer. Será que não podemos ser apenas amigos?

Beijos nos pés!