quinta-feira, 21 de junho de 2012

Robert Pattinson

Robert Thomas Pattinson nasceu em Londres, Inglaterra, em 13 de maio de 1986. Além de ator, ele é modelo e músico.


Filho de Clare e Richard Pattinson, Robert cresceu com duas irmãs, Elizabeth “Lizzy” Pattinson, que é cantora e Victoria Pattinson. Mas garante que nunca foi paparicado, muito menos fazia sucesso com a ala feminina. Até os 13 anos, frequentou escolas só para meninos. Só tinha contato com as amigas das irmãs que eram mais velhas que ele.

Pattinson começou sua carreira de modelo quando ele tinha doze anos, mas deixou quatro anos depois. Depois que virou um rapaz, sua carreira de modelo fracassou. Ele culpou a falta de trabalho como modelo masculino.

Esse taurino parece ter amadurecido desde que começou a fazer o vampiro Edward Cullen, da saga Crepúsculo.

No filme Água para Elefantes, ele faz um veterinário de circo e protagoniza cenas sensuais com Reese Witherspoon, de 34 anos. No filme Bel Ami, ele faz par com Uma Thurman, de 40 anos. Contracenar com mulheres mais maduras não é problema para ele.


Apesar de ser considerado um dos atores mais bonitos, influentes e bem pagos do mundo, faz de tudo para parecer um cara normal. Apesar de ser considerado um sex symbol, ele acha isso irrelevante. Acredita que isso não seja duradouro. O importante é focar em conseguir trabalhos interessantes e construir uma base.


Enquanto fala, ele gesticula bastante, conseguindo assim, fazer as ideias deslancharem em palavras. Mesmo assim, não consegue esconder o estilo reservado inglês.


Acrescenta que o único lado ruim da fama é ter de se esconder. Quando percebe alguém o seguindo, faz uma expressão pouco amigável para se proteger.




Acredita que junto com o reconhecimento, vem a necessidade de provar que você merece estar nesse posto. Para chegar lá, focaliza na carreira. Quer provar que pode ser um ator extraordinário.

Além da gravação de trilhas sonoras, Pattinson disse que nunca havia gravado nada, e que só tocava em bares. Sobre a carreira profissional de músico, ele disse que a música é a segunda opção caso a vida como ator não dê certo.

Assisti apenas Crepúsculo e Amanhecer (1ª Parte), mas fiquei apaixonado por esse vampiro. Apesar de magrinho, adoro sua pele branca e principalmente seus pezões brancos e rosados. A pele aparenta ser bem macia. Sorte da mulher que passar a noite se esfregando naqueles pés.

Fonte: Revista Nova, 04/2011 e Wikipédia.

Beijos nos pés!