segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Cerro San Cristóbal e Santuario de la Inmaculada Concepción

Hoje o dia foi especial. Apesar de não ter a companhia de nenhum dos brasileiros, fui sozinho até o Cerro San Cristóbal que é o segundo ponto mais alto da cidade (altitude de 880 metros). 

O Cerro faz parte do Parque Metropolitano de Santiago que é o maior parque urbano do Chile e um dos maiores do mundo.
Na entrada, segui uma excursão de alunos até o pico do morro. Precisei dar uma parada para beber água e tirei algumas fotos. O dia estava bem agradável, e o sol estava meio encoberto.

No topo do Cerro, encontra-se o Santuário da Imaculada Conceição, juntamente com uma capela, altar para missas ao ar livre e um pequeno cemitério para guardar cinzas.
Adorei as cruzes espelhadas pelo pátio e a parte de dentro da igreja, sem contar que tinha música ambiente sacra. 

Uma capela simples, mais umas das mais belas que eu já fui. Espero voltar lá e assistir a uma missa. As missas eram aos domingos.
Na descida, meus joelhos ficaram doendo um pouco, mas tudo valeu a pena. 

Quando voltei para casa, logo em seguida o brasileiro quarentão chegou e me convidou para irmos dar uma volta no centro. 
Vimos algumas esculturas, uma fonte de água e encontramos um morador de rua dormindo em um banco da praça. 

Comprei um CD pirata de Rock Latino que irei postar futuramente.
Voltamos para casa e passei no prédio dele que estava com uma decoração de natal lindíssima.
Chegando ao hostel, lá estava um novo hóspede que era um argentino. Outro dia conto mais sobre ele.
Foi um dia abençoado, apesar da canseira. Combinei de sair com o quarentão no dia seguinte, porque ele iria fazer as compras para levar para o Brasil. 
Beijos nos pés!

Centro
(Retrato na parede, escultura, fonte de água, decoração de Natal)

Cerro San Cristóbal e 
Santuario de la Inmaculada Concepción