terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Periferia, Costanera Center e Parque de Las Esculturas

Programei esse dia para ir a praia, mas amanheceu 13º C. Como eu não gosto tanto assim, com exceção do desfile de pés e pernas de fora, acabei desistindo. A água devia estar um gelo.

Acabei saindo com o brasileiro que mora no hostel e fomos até a periferia de Santiago, mais perto o possível das Cordilheiras dos Andes

Depois ele me levou em uma concessionária de automóveis e ficou babando pelos carros. Como eu não sou chegado, não fiquei nem um pouco empolgado. kkkk

O brasileiro quis me levar na parte alta de Santiago, onde tem mansões e casas de ricos. Mas preferi ficar só na periferia. kkkk

Depois passamos pela Sky Costanera, que foi realizado pelo arquiteto argentino César Pelli. É o maior arranha-céu da América Latina. Deixei para visitar da próxima vez.
Fomos até o Shopping Costanera Center para comprar uma jaqueta, mas não tinha o meu número. Adorei duas lojas concorrentes que vendem roupas baratas e com qualidade. São Ripley e Falabella

Em seguida, fomos ao Parque das Esculturas. Fiquei boquiaberto de tanta arte em plena praça. Muitos casais estavam aproveitando a bela tarde de sol.

Quando voltamos, o brasileiro não aguentava mais andar. Eu ainda tive pique para ir até uma igreja para agradecer a vida e todos aqueles preciosos dias que passei em Santiago. 

Cheguei cedo e me pediram para fazer a leitura de uma passagem da bíblia. Mas como meu espanhol é fraco, acabei passando a vez para outra pessoa. 

Amanhã conto como foi o meu penúltimo dia em Santiago.

Beijos nos pés!

Parque de Las Esculturas