sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Centro de Buenos Aires

20 de Janeiro
Acordei bem animado para o meu último dia em Buenos Aires. Quis aproveitar da melhor maneira possível.

Depois de tomar banho e me arrumar, me mandei para o restaurante.

Quando desci, encontrei com o quarteto de chilenos que estavam indo embora. Me despedi deles e depois me mandei para o restaurante.

Comi minha última refeição composta por muita salada, arroz, lentilha e stick de queijo.

Depois desci a avenida Corrientes e passei pela última vez em algumas livrarias. 

Comprei mais dois livros. Depois fui em direção a rua Florida para comprar algumas lembrancinhas.
Como o dia estava muito quente, fui assistir ao filme chamado Esclavo de Dios.


Sinopse do filme:
Inspirado em fatos reais, Esclavo de Dios é a história de Ahmed e David, dois personagens extremistas, um islâmico e outro judeu, que cruzam seus caminhos ao estar no lado 


oposto do conflito nos atentados AMIA, que teve lugar em 1994 em Buenos Aires.

Adorei o ator principal, principalmente na hora em que apareceu o pezão dele.

Depois que o filme acabou, voltei a pé para o hostel, mas ainda em busca de lembrancinhas. Depois passei no shopping para me refrescar e fui ao mercado comprar água para beber.

Chegando no hostel, fui logo arrumar minha mala. Depois que acabei, tomei um belo banho e desci para comer minhas frutas. Troquei ideia com um argentino com quem sempre conversava. Enquanto ele estava sentado, quase encostei no solão dele que estava bem próximo do meu pé. 


Perguntou se tinha ficado com alguma chica na minha breve passagem, e disse que não tinha ficado com ninguém. Depois de muita conversa, subi e fui assistir TV até o sono chegar. 

Tentei dormir cedo, pois iria ter que madrugar por causa da viagem.

Amanhã conto a minha peregrinação de volta para o Brasil.

Beijos nos pés!



Meu último almoço, Metrô, Teatro Opera, 
Cine Gaumont


Passagem Enrique Santos Discepolo com spots de luz no chão

video