terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Filmes argentinos

17 de Janeiro
Depois de dias andando pelas ruas de Buenos Aires, estava com os pés bem cansados. Por mais que dormisse cedo ou acordasse tarde, meus pés doíam por causa dos sapatos novos. 

Então nesse dia estava muito quente e acabei indo dar uma volta pelo centro. Comprei um boneco do Spider-Man. Andei pela rua Florida e depois fui para o cinema me refrescar.

Assisti dois filmes. Enquanto decidia o que assistir, sentei e um senhor começou a conversar comigo. 

Acho que ele percebeu que eu era estrangeiro e perguntou as horas para puxar conversa. Falei com sotaque e ele percebeu e perguntou se era do Brasil. 
Depois começou a falar que tinha visitado o Brasil a muitos anos atrás. 

Falou que gostava do Lula e da Dilma. Disse que eu também tinha admiração pela Cristina Kirchner. Conversamos sobre o futebol e disse que tinha grande admiração pelo Messi. Ele disse que preferia o Maradona.

Também trocamos ideia sobre música e sobre a população mestiça que há no Brasil. Depois de meia hora de conversa, ele foi para a fila de entrada. Ele foi assistir ao filme El Misterio de La Felicidad. 

Eu resolvi assistir outro filme, mas na hora de entrar, acabei entrando na sala errada e também assisti a esse filme. Os artistas são bem conhecidos do público argentino. O filme também foi muito bom.

Sinopse do filme:
Santiago (Guillermo Francella) e Eugene (Fabián Arenillas) além de parceiros de negócios, são mais do que amigos. Se entendem um ao outro, sem palavras. 

Um dia Eugene desaparece sem deixar pistas. Santiago imediatamente percebe sua ausência, mas só percebe o que aconteceu quando a esposa de Eugene, Laura (Inés Estévez) lhe assegura que Eugene a deixou. 

Santiago e Laura começam uma viagem, a fim de encontrá-lo e acabam descobrindo que eles preferem ficar juntos nessa busca, em vez de descobrir onde ele está. 

O Misterio de La Felicidad é um filme sobre o amor, mas vai além dele. Ele empurra os limites e explora a ideia de lealdade e de estranhamento, e definitivamente coloca sonhos e promessas sobre o tempo perdido.

Depois do filme, como estava muito quente, resolvi assistir outro filme. Dessa vez era uma baita comédia. O filme se chamava Los bañeros más locos del mundo.

Sinopse do filme:
Os membros da Brigada Explosiva passam as suas férias em Mar del Plata e rapidamente ficam sem dinheiro. 

Eles começam a trabalhar como salva-vidas e descobrem uma gangue criminosa.

Apesar do filme ser antigo, de 1987, em algumas cenas chorei de tanto dar risadas.
Depois de dois belos filmes argentinos, subi a avenida em direção ao hostel. 

Passei no shopping para fazer um pouco de hora e me refrescar. Aproveitei e fiquei vendo todas as beldades que desfilavam de chinelos.

Depois voltei pra o hostel e fui tomar banho. Comi e depois fui ver TV até o sono chegar.
Amanhã conto sobre a visita ao Cemitério Recoleta.

Beijos nos pés!