domingo, 1 de julho de 2012

Insônia (2ª Parte)


Privar-se de sono deflagra uma série de ameaças ao corpo: debilita o sistema imune, favorecendo infecções e tumores, contribui para a hipertensão e o diabete tipo 2, abre portas a infartos e ainda fomenta o ganho de peso.


Tanto distúrbios fisiológicos quanto psicológicos são capazes de atrapalhar o adormecer.

Doenças que arrasam suas noites:

Crises de asma e bronquite podem pintar à noite e frustrar o repouso.


Arritmias e insuficiência cardíaca repercutem na respiração e, aí, podem estorvar o sono.


Transtornos psiquiátricos como depressão costumam ser acompanhados de insônia.

A insônia primária não tem causa aparente, mas pode ser acionada pelo estresse crônico.

Disfunções hormonais, como hipertireoidismo, costumam resultar em noites em claro.


Incontinência urinária perturba o sono por obrigar seu portador a levantar toda hora à noite.

Dicas para dormir melhor:

Não adianta nada o paciente tomar remédio para dormir se não mudar seus hábitos ruins. A prática regular de uma atividade moderada aprimora em 65% a qualidade do sono.


Exercícios de musculação e alongamento atuam na liberação de endorfinas, que produzem uma sensação e bem-estar, e reduzem a ansiedade no momento de dormir. A caminhada exerce efeito parecido.


Consumir carboidratos integrais à noite teria um poder sonífero, uma vez que o nutriente interfere na bioquímica cerebral instigando a sensação de conforto e a vontade de descansar.

Muitas vezes a solução se encontra na terapia cognitivo-comportamental, que trabalha em sessões os motivos por trás dos obstáculos ao repouso absoluto.

Alguns remédios indutores de sono tem a vantagem de não gerar dependência.

A medicina integrativa, aquela que une a versão tradicional a práticas orientais, tem tido sucesso com mulheres insones. A massagem e a ioga trazem efeitos significantes no controle do problema quando ele está associado à menopausa.


Tratar a insônia é pré-requisito para ganhar qualidade de vida e longevidade.

Fonte: Revista Saúde! 02/2012

Beijos nos pés!