sábado, 15 de outubro de 2011

Benefícios da masturbação


A partir da puberdade, devido à ação hormonal, passamos a ter uma forma de prazer mais intenso quando acariciamos nossos órgãos sexuais. Obtemos uma sensação prazerosa chamada de orgasmo. Ela é mais frequente na adolescência, mas pode continuar ocorrendo a vida toda.
 
Além da sensação momentânea, ela nos ajuda a conhecer nosso próprio corpo. Nos prepara para termos atividades sexuais com outra pessoa e é também um jeito de se fazer amor.
 
Não devemos usar a masturbação como uma forma de substituir o contato com as outras pessoas, isolando-nos do mundo. Se o isolamento chega a interferir nas relações com os outros, pode indicar que a pessoa está precisando de ajuda.
 

A ejaculação seguida ou não pelo orgasmo, tanto em uma relação sexual ou na masturbação, pode proporcionar benefícios ao nosso corpo como veremos a seguir.
 
Pesquisadores da clínica de fertilização Sydney IVF, na Austrália, descobriram que um homem melhora a qualidade de seu sêmen ejaculando diariamente, fazendo com que a quantidade de esperma danificado caia.
 


O professor Graham Giles, do Conselho de Câncer de Victoria, na Austrália, acredita que ejaculações frequentes impedem a formação de câncer nos dutos prostálticos. Se os dutos estão limpos, há menos danos para as células que os revestem.

Eleva os níveis de imunoglobulina A, anticorpo que protege contra resfriados e outras infecções por vírus e bactérias.
 
Libera o hormônio do crescimento, que combate os radicais livres produzidos pela poluição e ajuda a preservar as células da pele e relaxar os músculos, prevenindo rugas.
 



Eleva a produção de endorfinas, que agem como um analgésico. Isso ajuda a aliviar dores nas costas e enxaqueca. Provocando bem-estar e euforia.

Durante o orgasmo, o corpo produz ocitocina, hormônio que induz ao sono.
 
 
Aumentam os níveis dos hormônios DHEA e testosterona, capazes de combater os radicais livres responsáveis pela ocorrência de alguns tipos de câncer e de doenças cardíacas. Também ajuda a diminuir pela metade as chances de sofrer um derrame.

Além de ser uma ótima válvula de escape para o stress!

Se não transar, masturbe-se!

Beijos nos pés!